Ao sabor da corrente

Hoje deparei-me com várias publicações todas com a mesma origem, referindo que Vieira tinha acordo com Joaquim Oliveira para que a BTV fosse distribuída em África no mesmo pacote da Sporttv. Informações essas que alegadamente vieram de um comentário no perfil de Jorge Schnitzer (o grande responsável pelo programa Donos da Bola) e que foram reproduzidas como "post" no Facebook do conhecido Marinho Neves.

Ora bem, tive o azar de fazer um comentário numa dessas publicações que me apareceram no feed e fui logo conotado como sendo "anti". Não descarto que identifico esses "iluminados" como "ovelhas", gente a quem falta espírito crítico e anda ao sabor da corrente.

Para que fique bem claro, mais uma vez, eu não sou anti-Vieira nem pró-Vieira.

Reconheço méritos e reservo-me a liberdade de como sócio pagante que sou, tecer críticas (tento sempre justificá-las quando as faço) ou elogios. O Benfica não é do presidente, tal como não é só dos iluminados que o apoiam cegamente. O Benfica é de todos os sócios e adeptos, tanto dos que fazem propaganda anti-Vieira como dos que fazem propaganda pró-Vieira ou até daqueles, que como eu e os restantes escribas deste blog, se reservam a ter uma opinião própria e fundamentada.

Não vou alimentar mais conversa sobre um tema que me causa um certo asco, até porque alguns que outrora eram blogs de respeito, se venderam por tachos e aparições esporádicas na BTV.
Outros dizem mal e põem tudo em causa, não sei se por inveja de não terem arranjado tacho, ou se por ventura terem esperança de um dia integrarem uma lista de oposição.
Tanto para uns como para outros, respeitosamente: Vão-se foder!


Aos que não estão referidos nos dois grupos merdosos supra-mencionados, continuaremos a falar de Benfica onde a oportunidade surgir.

Dois dias depois...


...da convocatória de Fernando Santos para a Seleção, ainda não vi nenhum sportinguista repetir a enxurrada de críticas que debitava quando André Gomes foi chamado por Paulo Bento.

É que João Mário só foi titular da equipa do Sporting pela primeira vez na vida há menos de duas semanas.


Canuco Jesuzy ft Benficanny - Liga Oropa

E aí Benficanny que tal dime lo que quieres?
Aí guapo yo quiero é liga oropa canuco
Hum se a ti te gusta
A mim me encanta

Dime lo que quieres?
Eu quero é liga oropa
Me habla o que ti gusta
Me gusta liga oropa

A adptação é foleira, a música ainda mais foleira é, mas dava bem para ilustrar as nossas participações na Champions na era JJ.
Falo em era JJ não para fulanizar a coisa mas sim porque antes da era JJ as nossas participações na Liga dos Campeões (Formato Liga dos Campeões, não TCE) eram mais ou menos tão frequentes como a passagem do Hale-Bopp. E as nossas passagens da fase de grupos ainda eram menos frequentes do que isso.
Um breve pesquisa no zerozero mostra que desde que a competição mudou o formato e o nome, em 92/93, temos 5 participações na competição. Com JJ, vamos para 5ª participação. Pois...

Acho que já estava na hora de prestar algum tipo de esclarecimento sobre o que é que a direção do Benfica quer, de facto, da Champions League. É que o balanço destas 4 participações e meia é pouco mais que uma merda. É uma merda ligeiramente perfumada por 2011/2012. Aí sim, foi um orgulho a nossa participação!
De resto:
2010/2011 fomos à LE pelo que se passou noutro jogo (2-2 Lyon empata aos 88), senão nem isso conseguíamos. E pelo meio, 3 secos duns israelitas que sabem tanto de bola na inversa proporção com que sabem bombardear coisas.
2012/2013 ficamos atrás de um Celtic boavisteiro, lamentamos um empate em Camp Nou quando bastava ter ganho aos mancos do Spartak ou Dinamo ou lá que soviéticos eram aqueles. Sei é que esses gajos só ganharam um jogo. Aliás, só pontuaram num jogo nessa fase de grupos.
2013/2014 ficamos a lamentar uma exibição gigante do Roberto, quando fizemos um jogo em casa miseravel contra esses gregos. Pelo meio, o PSG foi amigo e poupou-nos uma banhada histórica.

2014/2015 2 jogos, duas derrotas. Quando vi o grupo que nos calhou e o plantel que tínhamos, pareceu-me que se a coisa não corresse bem nem à LE íamos. Entretanto saiu o Rámés e o Falcão e ainda pensei que desse para mandar o Mónaco às urtigas e irmos à LE. Afinal...parece que a coisa está mesmo complicada até para a LE.

Eu aceito que tenhamos que ter um plantel mais curto este ano fruto dos investimentos dos últimos anos (a gestão financeira do clube fica para a próxima), aceito que se dê prioridade ao campeonato em detrimento da Champions. Até porque ainda hoje estou convencido que um dos principais factores que nos fez perder o campeonato em 2012 foi a caminhada na Champions.


Agora, o que me custa muito a aceitar são jogos como o da última 4ª feira. Como disse o grande Tino, da Mão de Vata, já nem se pedia que jogassem bem. Pedia-se que jogassem.
Depois magnífico aplauso na Luz a seguir à derrota com o Zenit, era esta a melhor forma de agradecerem aos adeptos?

Se é para dar prioridade ao Campeonato, tudo bem. Mas que se participe na Champions com um mínimo de dignidade.
Eu também acho que o objectivo primordial desta época é o Bi-campeonato. Mas já cansa assistir, quase época atrás de época, a jogos de Champions em que parece que não entramos em campo.
E o timoneiro da equipa ainda vem dizer que a LE é que é fixe.

Certo, primeiro garantir a frente interna e só depois tentar a externa ao mais alto nível. Mas com participações destas, a Champions parece que se vai tornando cada vez mais numa dimensão estranha e distante, tipo as que se viam no Stargate.

É que, cara direção do Benfica, especialista em gestão de topo e sempre tão preocupada com o valor da "Marca Benfica" tenho-vos a informar que andar a fazer jogos miseráveis na competição de clubes mais mediática do mundo é mau para o naming da nossa brand. Vejam lá isso, por favor. Obrigado.